Vontade

Vontade
De escalar as montanhas
De brincar na neve
De fazer pé de moleque
De fazer e comer um bolo cenoura

De conversar com um monte de gente boa
De cantar até o sol raiá
De chorar até soluçar
De rir até me embriagar

De zoar os irmãos sem parar
De fazer molecagem sem sacanagem
De tomar banho no mar
De dançar até os pé se calejar

De ajoelhado rezar
De seguir o caminho sem murmurar
Mas de falar besteira até parar de caminhar
De um praticar um esporte sem nada atrapalhar
De tocar um instrumento pra todos alegrar
De entender que minhas vontades nem sempre vão se realizar.

Fernando Mauri 

Anúncios

3 comentários em “Vontade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s